top of page

QUEM TE MOTIVA?


Você sabe como eliminar o desnecessário para atingir os seus objetivos?

Quer conhecer quem te motiva?

Já leu a frase do Aparício Torelly, jornalista, escritor, conhecido como “Barão de Itararé”?

“A única coisa que você leva da vida, é a vida que você leva.”

E a vida que você leva, te leva pra onde?

“Ah, deixa a vida me levar, vida leva eu…sou feliz e agradeço por tudo que Deus me deu.”

Gostei da melodia. Mas, e amanhã?

Amanhãserá um lindo dia, da mais louca alegria, que se possa imaginar…Amanhã mesmo que uns não queiram, será de outros que esperam, ver o dia raia...”

Você é músico?

“Não! Levo a vida assim, tocando em frente.”

Hum… então você conhece essa?

É devagar, é devagar, é devagar, é devagar, devagarinho…”

“…Sempre me deram a fama, de ser muito devagar, mas desse jeito, vou driblando os espinhos, vou seguindo o meu caminho, sei aonde vou chegar…”

“Conheço, sim! O que você quer dizer com essa estrofe, algum recado para mim?”

Eu hein? Parece que a carapuça serviu?

Permita-me te fazer outro questionamento?

“Claro!”

Você compreende os motivos pelos quais você faz o que faz?

Ando…”

Ei, espere!

Antes que você me responda com a estrofe de outra música, me deixe estimulá-lo a elaborar seus pensamentos.

Quando a resposta é clara àquela última pergunta, fica nítido que essa atividade desempenhada acrescenta a sua própria existência.

Isto é, faz com que eleve sua condição pessoal, profissional e transforme a sua vida em razão de ter alcançado o seu propósito.

E a palavra propósito, vem do Latim e significa à frente, ou seja, algo que você deseja alcançar, que seja relevante e gere significado.

São as razões pelas quais você faz o que faz, e também pelas quais opta por não fazer alguma coisa.

Enxergar esse propósito é o que nos traz motivação. E esta é uma força exclusivamente interna.

Existe motivação sem propósito?

Você não consegue motivar uma pessoa, mas você consegue estimulá-la, pois só existe a automotivação.

A motivação se confunde com o estímulo, porque este ajuda as pessoas atingirem os seus objetivos.

Assim, o estímulo é aquilo que te anima, que incita à realização de algo. “Força, coragem! Você só chega lá, lutando!”

E o motivo é aquilo que te move, que faz você buscar uma direção. Por isso, o que alguns chamam de motivação externa, na verdade é um estímulo.

Então, você pode estimular alguém a fazer algo, mas não pode motivá-lo. Visto que, essa motivação age internamente e faz com que a pessoa faça o que deve ser feito.

Portanto, quando incentivamos alguém a fazer alguma coisa, aplaudindo ou gritando: “vai lá, você consegue!”

Você não está motivando, mas estimulando!

Quem fará força e buscará o resultado, é quem pratica a ação. Esse estímulo é para que a pessoa consiga exercer sua condição máxima e ajude a alcançar seu objetivo.

E se você não encontra naquilo que faz, uma energia positiva para continuar fazendo, não será alguém de fora que vai te oferecer isso.

Sabe por quê?

Porque grandes motivações são grandes motivos. Isto é, sensações internas que nos colocam em ação para desempenhar o nosso caminho.

É isso que nos conduz para uma vida com propósito e que permite reconhecer, apreciar e considerar relevante o que se faz.

Faça o que deve ser feito, com consciência e sobretudo reflexão, pois é através do que fazemos que iluminamos a nossa existência.

Compreende?

Então, voltemos àquela pergunta que te interrompi:

Por que você faz o que faz hoje?

“Posso continuar com a música?”

Pode!


Ando devagar porque já tive pressa E levo esse sorriso Porque já chorei demais”


“Hoje me sinto mais forte Mais feliz, quem sabe Só levo a certeza De que muito pouco sei Ou nada sei…”


“...Penso que cumprir a vida

Seja simplesmente

Compreender a marcha

E ir tocando em frente…”


“…Cada um de nós compõe a sua história

Cada ser em si

Carrega o dom de ser capaz

E ser feliz…”


“Você conhece o nome dessa música?”

Não!

“Chama-se tocando em frente do Almir Sater e Renato Teixeira.”

Ahhh... agora entendi o seu “tocando em frente”.

Gostei muito do seu estímulo, obrigado!


==============================================================

E você, amigo leitor, conhece o trecho das músicas desse texto?

Quer mais estímulos?


Assista aos vídeos abaixo, focando na letra.


1) Deixa a vida me levar - Zeca Pagodinho:



2) Amanhã - Guilherme Arantes:



3) Devagar, devagarinho – Martinho da Villa



4) Tocando em frente - Por Almir Sater:


Posts recentes

Ver tudo

Opmerkingen


Post: Blog2_Post
bottom of page